Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mas para que raio quero eu um blog?

Um blog sem pernas para andar, com uma dona sem vontade de escrever.

Um blog sem pernas para andar, com uma dona sem vontade de escrever.

Mas para que raio quero eu um blog?

10
Abr24

Plantar uma àrvore ou uma plantinha?

Carla

 

Plantar uma árvore, ter filhos e escrever um livro, as três coisas que toda a gente deve fazer na vida para ser feliz e sentir-se completo, deixando um legado pessoal na sua passagem pela terra.

Ter um filho é o amor incondicional, o perpetuar da vida, uma experiência que nos desafia. Nisto, já dei o meu contributo e é sem dúvida a minha maior aventura.  Mas ter um filho, ainda que traga benefícios emocionais e seja mega giro vê-lo crescer e acompanha-lo em todas as etapas da vida, é caro, acarreta despesas. 

Escrever um livro, quiça un jour eu tenha uma vida que mereça ser contada ou a criatividade para passar para o papel uma história. Mas um livro ainda que nos traga benefícios ao ego, não dá dinheiro a ninguém, a menos que haja um alinhamento de planetas e se torne um top de vendas. 

Plantar uma árvore, "o símbolo da vida, é  um acto de conexão com a natureza". Mas isto de plantar uma àrvore já não tem o mesmo simbolismo de outros tempos, certo que estamos a contribuir para a preservação e a tornar o ambiente mais saudável. Plantar a àrvore, regar, vê-la crescer é criar uma empatia pelas pequenas maravilhas da vida. Mas ...E se for uma planta? Também é um gesto de amor, também é ficar encantada ao vê-la crescer, e quando dá flor é uma alegria. 

É aqui que está a minha dúvida. Esta questão da àrvore.

Dia 22 de Abril é o dia da terra, o meu netinho vai ter uma actividade na escolinha e resolveu convidar a família a participar e plantar uma árvore.

E se fosse uma plantinha? De cannabis por exemplo? No Luxemburgo o consumo de drogas leves é legal, também é legal os maiores de 18 anos cultivarem e terem em casa 3 plantas. Reflitam comigo... se o pessoal desta familia alinhar, somos muitos o que nos daria o direito a 30 plantinhas. O plantar uma àrvore não traz qualquer lucro, agora, uns bons metros quadrados, de uma floresta caseira de cannabis, trariam felicidade, paz e amor a tanta gente!

Certo que a lei diz "para consumo próprio" mas... não refere não contribuir para o bem estar dos amigos.

Como todos sabemos, pessoas felizes não chateiam, o que seria ótimo para a humanidade e um excelente contributo para o planeta. 

 

08
Abr24

Uma noite de lua cheia, no dia de hoje mas no ano de vinte vinte

Carla

Fui ver a lua.

Fui ver a lua porque o mainovo me pediu para ir ver a lua. Pediu-me também que a fotografasse, porque da casa dele não se via muito bem.

 E lá fui eu... ver e fotografar a lua.

A meio do caminho, reparei que andava de pantufas e calças de pijama, no meio da cidade do Luxemburgo, à procura do melhor local, com pouca luz, para ver e fotografar a lua.

"Só espero não me cruzar com ninguém", pensei. 

Mas cruzei! 

Os vizinhos também decidiram ir ver a lua.

E parar para trocar dois dedinhos de conversa... Respeitámos as distâncias que o covid exige, claro! 

O que foi pior, pois tinham uma visão global da minha triste figura. Pantufas e calças de pijama...

 "depois queres encontrar gajo" ( isto sou eu a reflectir agora)

Ia tão distraída a olhar para o céu, concentrada nos meus próprios pensamentos, extasiada com a beleza e magnificência da lua, que não vi de onde surgiu aquela fera diabólica que perturbado com a minha presença, ladrou-me assustadoramente. 

Apavorei-me! 

Sobressaltei-me de tal forma que gritei horrorizada.

O cão, que é estrangeiro, ficou meio baralhado, perturbado quiça por não perceber nada do que estava a acontecer, pôs-se a correr alarmado, meio a ladrar meio a ganir. E eu, a correr a seu lado, amedontrada e aos gritos, foda-se! Foda-se!! Foda-se!!!

Entretanto alguém o chamou, ele (cão) virou à esquerda e eu segui pela direita, esbaforida, com os bofes a sair pela boca e o coração a saltar do peito.

Mas... fotografei a lua e mandei a foto ao miudo, que me agradeceu reclamando que estava escura! 

E rematou dizendo, " não se vê nada!"

 

Obrigado! Para a próxima tiras tu!

 

( memórias... não fosse o facebook nem me lembrava disto 😅)

03
Abr24

Conselhos e orientação

Carla

Uma amiga ligou-me ontem a convidar para este sábado irmos beber um café. Referiu que precisava que lhe desse uns conselhos e uma orientação sobre um assunto. Considera-me uma pessoa lutadora, que sabe incentivar os outros, sempre muito positiva e empenhada naquilo que faz. Pretende que a guie num assunto que irá mudar a trajectória da sua vida.

Eu tenho uma certa dificuldade em diferenciar a mão direita da esquerda, talvez porque consigo escrever com as duas, recuso-me a estacionar entre dois carros de marcha atrás, porque não sei, nem nunca fui muito boa nisso, procrastinar é uma das minhas cenas favoritas, deixar para amanhã o que posso começar a fazer hoje é algo que me assiste todos os dias,  se não ligo o gps quando vou a qualquer lado é certo e certíssimo que perco a noção de onde estou, e depois de estacionar o carro tiro foto do nome da rua ou do parque, senão ando uma vida à procura dele ... e pedem-me "conselhos e orientações de vida"

 

 

 

02
Abr24

Cheguem-se à frente!

Carla

Vá lá, confessem!

Quem foi o engraçadinho ou a engraçadinha, que andou a trocar as massas quebradas de lugar no supermercado?

A quiche de espinafres e cogumelos a massa quebrada era salgada. A quiche de bacon e cogumelos a massa quebrada era doce... eu fui ao sítio certo e tirei as duas do mesmo monte.

O jantar dependia dessas duas embalagens de massa quebrada e a coisa não correu lá muito bem.

Engraçadinhos.

 

30
Mar24

Bom dia.

Carla

Há quem diga que dizer bom dia é sinal de educação. A meu ver isto é correcto, mas, é uma forma simples de ver a coisa. Vai um pouco além de simplesmente dizer bom dia. Dizer bom dia implica sim, educação e a arte de transmitir um conjunto de emoções/sensações.  

Temos o bom dia acompanhado de um sorriso largo e o bom dia trombudo.

Há o bom dia típico do pessoal que adora manhãs, aquele bom dia cheio de energia, por vezes irritante. Há o bom dia sensual e o bom dia dengoso. Há o bom dia das segundas feiras.

Há bons dias que querem dizer adeus e bons dias carregados de saudade. Há o bom dia envergonhado que mal se ouve e o bom dia boçal de macho, por vezes acompanhado do piropo.

Há o bom dia de desprezo que inclui também um revirar de olhos. Há o bom dia sonso, o bom dia vou-te lixar, frequentemente acompanhado de um sorrisinho. 

Há o bom dia sem emoção, que é como quem diz bom dia mas podia estar a dizer qualquer outra coisa. Há o bom dia vai à merda, aquele bom dia que ficas à espera de resposta e não tem resposta.  

Quem diz o bom dia, diz o boa tarde ou o boa noite. 

 

 

26
Mar24

O mundo virtual.

Carla

Eles conheceram-se no facebook. Ele disse que a amava no messenger. Eles zangaram-se no facebook. Ela pediu-lhe desculpa no messenger. Ele deu-lhe os parabéns no facebook. Ele pediu-lhe namoro numa publicação no facebook. Ela aceitou na publicação. Ele respondeu com muitos corações e smiles a arrotar corações. Ela manda-lhe gifts fofinhos no messenger para que ele saiba que naquele momento ela está a pensar nele. Ele manda-lhe smiles com os olhinhos a piscar corações. Ela desconfiou que ele tinha outra pelo facebook. Ela descobriu a traição no telemóvel. Ela terminou a relação via messenger. Ele insultou-a publicamente no facebook.

 

 

 

 

 

16
Mar24

E perguntam vocês o que tenho a dizer sobre o assunto.

Carla

A notícia diz que uma esquadra em Nova Orleans, por estar de tal maneira degradada, está infestada por ratos e outros vermes, essas criaturinhas, os ratos consumiram a marijuana apreendida em operações policiais e agora "estão todos pedrados". 

Opa ... é colocar um reggae ...

 

... e deixá-los curtir a onda! 😂😂😂

 

( um dia isto ainda vai ser um blog a sério, mas ainda não é hoje. Desculpem...)

Bom fim-de-semana! 

 

12
Mar24

Situações caricatas num voo atrasado.

Carla

Ás 10h o encontro no aeroporto foi cumprido por todos, o voo 7668 estava previsto só para as 11.30, o que deu tempo para beber café antes do check-in. No painel de partidas piscava a palavra "atrasado", algo a que nos vamos habituando a ver com alguma frequência, quando se trata de voos para Portugal. Bebi o café tranquilamente e dirigi-me para o check-in, não sei se sou só eu, mas sinto-me sempre apreensiva, até um pouco nervosa, como se levasse qualquer coisa suspeita, sabendo que nunca levo nada e vai tudo nos conformes.

Mochila, carteira, líquidos dentro das medidas permitidas no saquinho e o casaco, dentro dos tabuleiros. Ao passar pelo controlo sinalizei algo irregular, assim como a carteira, o teste às mãos deu negativo. Procedeu-se ao teste à carteira, também negativo. Esta ao passar no scan revelou um saquinho com ervas suspeitas. Era folhas de louro. Que já tiveram melhores dias, mas com o tempo se desfizeram. Perguntam vocês porque tinha folhas de louro na carteira, creio que a mesma pergunta se fez o segurança. Uma mesinha que vi no facebook, 3 folhas de louro, 1 pau de canela, 2 moedas, dentro de um saquinho de pano vermelho, diz que atrai dinheiro...

Prossegui caminho até ao local de embarque, o voo atrasado, chegaria por volta das 13h, tempo de relaxar num sofá e comer qualquer coisa. Perto das 12.30 anunciaram para nos dirigirmos para o embarque e às 13h estava sentada dentro do avião no lugar 23C. Gentilmente as assistentes de bordo nos desejaram as boas vindas, nos pediram desculpas pelo atraso do voo. O motivo do atraso foi o piloto, este não apareceu para pilotar o avião e tiveram de esperar por outro que fazia a viagem do Porto para Lisboa para pegar neste, 7668, trazer ao Luxemburgo e leva-lo de volta a Lisboa.

A viagem foi tranquila sem grandes sobressaltos, quando nisto o piloto informa para nos preparamos para a aterragem, regressarmos aos nossos lugares e colocar o cinto de segurança. O voo estava no tempo previsto e a temperatura no Porto era de 14°. No Porto?!?!... a mim deu-me vontade de rir, mas houve quem começasse a stressar. O voo era para Lisboa! Lá teve o homem que dar meia-volta e retomar caminho até ao destino.

Aterramos em segurança em Lisboa. A malta stressadinha, assim que foi sinalizado que podiamos começar a nos preparar para sair, levantaram-se  e começaram a retirar as malas, mas as portas continuaram fechadas. E assim permaneceram, fechadas, por mais 15 minutos. O aeroporto já não contava com a nossa chegada, informa-nos a hospedeira e não tinha autocarros disponíveis para vir buscar os passageiros. 

Mas lá apareceram e o pessoal foi à vidinha. Com isto tudo cheguei a Lisboa já passava das 5 da tarde. 

Não tinha pressa, ia de fim-de-semana sem nada programado, até me diverti com este voo meio atrapalhado. 

Já o voo de Lisboa para o Luxemburgo correu sem grandes situações caricatas. Tirando o número do voo ser o mesmo, 7668, e o lugar onde vim sentada, 23C.

O saquinho com o louro e o pau de canela foi entretanto para o lixo, as moedas... gastei-as. 

 

 

05
Mar24

Voluntários, precisam-se

Carla

Aliás, só preciso de um para ir trabalhar por mim.

São só 4h. Arrumar cozinha, aspirar, limpar bancadas e o chão, higienizar salas de médicos, lavar e desinfectar casas de banho, passar a ferro, organizar material na recepção e sala de espera....

Quem se voluntaria a fazer uma boa acção a esta velhinha ?

Dedinho no ar para a logística. Vejo um... vejo dois... três...

28
Fev24

De pecado em pecado

Carla

Hoje tenho estado em constante estado pecaminoso. Logo de manhã, ainda meia ensonada coloquei no cabelo o óleo hidratante do corpo, não me foi possivel lavá-lo depois e as pontas ficaram oleosas, com um aspecto bem desagradável ... Ira.

Andei a manhã toda sem paciência nenhuma para realizar as tarefas que me competiam, nada motivada, a manhã que poderia ter sido prazerosa, foi chata e enfadonha, fui invadida por maus pensamentos, mas o dinheiro faz-me falta... Luxúria.

Perto da hora de almoço, ofereceram-me chocolates, podia ter comido só um, mas, enfardei quatro de seguida ... Gula.

Depois de almoço a soneira bateu-me com tanta força, senti os olhos pesados e a fecharem, estiquei-me no sofá para descançar o cérebro e acabei por adormecer... Preguiça.

Encontrei uma amiga do ginásio no ginásio, está toda tonificada, aqueles ombros... o músculo do adeus não abanou quando me disse tchau ... Inveja. Também eu queria que o meu músculo do adeus não abanasse quando digo tchau ... Ira e Inveja juntos.

Passei no mini mercado para comprar kiwis, a semana passada estavam a 0,99 cêntimos a peça, hoje estão a 1,20 cada um, não trouxe nenhum... Avareza.

Ainda faltam umas horas para o dia acabar... e os pecados mortais são sete.

Melhor não bater as botas hoje, senão vou directa pro inferno. 😅

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub