Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mas para que raio quero eu um blog?

Um blog sem pernas para andar, com uma dona sem vontade de escrever.

Um blog sem pernas para andar, com uma dona sem vontade de escrever.

Mas para que raio quero eu um blog?

01
Mar24

Há sempre um banco ...

Carla

Há sempre um banco que já experimentou “abraços e sorrisos, conversas acaloradas e pessoas caladas…”

IMG_20240229_222607_985.jpg

- "Eu sei que estou velho ...olho-me ao espelho e vejo um homem velho e feio" disse ele.

O corpo envelhece, faz parte, e é um privilégio de poucos, mas podemos cuidar dele. O pior é quando nos deixamos envelhecer por dentro.

Quando deixamos de ter sonhos, de fazer planos, de aprender, de explorar, de ser alegre, de conviver... aí sim envelhecer é uma merda! A cabeça envelhece. 

Nada é eterno neste mundo, somos todos turistas. O nosso tempo está definido. 

Há que aproveitar da viagem.

20
Fev24

Buergbrennem

Carla

Todos os anos no fim-de-semana a seguir ao Carnaval, cá pelo Luxemburgo, constróiem-se torres com madeira velha, paletes e os pinheiros de natal, que foram recolhidos e deitamos-lhes fogo. Esta antiga tradição também conhecida pela Fête des Brandons, consiste em queimar simbolicamente o Inverno para o afastar. 

Uma tradição que junta a população da cidade durante a tarde para a construção do buerg, que pode ter a forma de um pequeno castelo, mas a maior parte da vezes é uma enorme fogueira com uma cruz no meio. O tamanho da fogueira depende da quantidade de material recolhido. Seguido de uma prossição de tochas e no fim deita-se fogo à fogueira para iluminar a noite, esta honra é dada a um casal recém casado ou a uma pessoa célebre da localidade.

A festa animada pela fanfarra, continua noite dentro ao redor da fogueira, até que esta se transforme em cinzas. Fazem-se berbecues e são servidos pratos tradicionais como o Bouneschlupp (sopa de feijão verde) ou o Lerzebulli (sopa de ervilhas) claro que não pode faltar o Glühwäin (vinho quente) para aquecer o pessoal.

FB_IMG_1708202226166.jpg

Uma tradição pagã por alturas do equinócio da primavera, que simboliza o nascimento da Primavera e a morte do Inverno, a vitória do calor ao frio, da claridade à escuridão. Também se consta que o queimar o Buerg, é uma forma de relembrar as bruxas que foram atiradas à fogueira e queimadas noutras épocas. 

 

Inverno queimado. Venha a Primavera!

 

 

04
Fev24

Pelos trilhos de Hobscheid

Carla

IMG_20240204_193051_823.jpg

Penso muitas vezes que devia ser como outras mulheres de cinquenta que eu conheço.

O gosto em cozinhar para a família, passar os domingos à mesa com os amigos, o café, a conversa, os filhos já grandes que, entretanto lhes trazem os netos, a vida vivida com mais tranquilidade, mais devagar, o trabalho certinho e já sem grandes ambições. A vida acomodada e acomodada à vida.

Mas em mim o sangue fervilha, a aventura chama por mim, povoa-me o pensamento, a ideia da quietude enerva-me, e eu preciso, porque preciso, de movimento. 

Isto é mais forte do que eu, e eu abdico de longas almoçaradas, tardes no café a jogar conversa fora, ou de domingos sentada no sofá.

IMG_20240204_192835_790.jpg

IMG_20240204_192835_852.jpg

IMG_20240204_192835_931.jpg

IMG_20240204_192835_982.jpg

IMG_20240204_192836_038.jpg

IMG_20240204_192836_087.jpg

IMG_20240204_192836_168.jpg

IMG_20240204_192836_218.jpg

Abdico por estes momentos de felicidade.

Hoje foi assim…

Dia de descobrir mais um pouco deste pequeno país…perto da fronteira com a Bélgica.

Um trilho sem grandes dificuldades, em alguns locais vários obstáculos (árvores caídas), 15 quilómetros de paisagem e lugares magníficos.

A temperatura excelente,  ligeira chuva molha tolos… ideal para fazer o que gosto.

 

 

03
Fev24

A nossa voz precisa de ser ouvida.

Carla

Longe vai o tempo em que viver nesta cidade era tranquilo. Longe vai o tempo em que se podia andar tranquilamente a qualquer hora do dia e da noite. Longe vai o tempo em que não precisávamos de andar na rua com um olho no burro outro no cigano. Longe vai o tempo! 

Durante anos tivemos um governo à procura de soluções. Até legalizou as drogas ditas leves porque acreditava " que a medida levaria à diminuição do tráfico" ... inocentes. O pior cego é aquele que não quer ver!

A nova ministra diz " a nossa insegurança é consequência de um grave problema social" ... como se nós não soubessemos! Está escarrapachado nas nossas caras e lidamos com ele diariamente.

A polícia pouco faz. A delegação da policia fechou as portas porque os agentes não se sentiam seguros. Se eles não se sentiam seguros, que diremos nós que aqui moramos e trabalhamos!

O sindicato da policia informou que  "a zona da Gare é o faroeste" por isso a retirada dos agentes e o fecho da delegação.

As empresas de segurança contratadas para vigiar,  pouco ou nada fazem a não ser passear pelas ruas. Ninguém percebe muito bem qual a função destas criaturas. 

Nós estamos cansados!

Cansados de traficantes a cada metro. Cansados de ser abordados e de saber que os nossos filhos são incentivados a comprar droga.

Cansados de toxicodependentes à nossa porta. Cansados de termos de ser nós a proteger as nossas casas e comércios dos assaltos. Cansados de limpar sangue e todos os artefactos deixados nas entradas depois de serem usados. Cansados de ver seringas abandonadas em todo o lado. Cansados de tropeçar neles deitados e a dormir no chão depois de terem consumido droga. Cansados de os ver a drogarem-se na nossa cara, sem qualquer pudor e respeito.

Não pedimos muito.

Só a tranquilidade de outros tempos!

E quando as petições, baixo assinados, movimentos pacíficos de descontentamento não funcionam ... há que sair para a rua e gritar bem alto para que as nossas vozes sejam ouvidas.

IMG_20240203_125432_898.jpg

    Save Gare for a safe Luxembourg !

Chega de promessas de soluções que caiem sempre em sacos rotos. Queremos menos conversa e mais acção! 

28
Jan24

A voltinha de hoje deu a módica quantia de 18 km...

Carla

IMG-20240128-WA0001.jpg

Se existem muitas razões pelas quais gosto de caminhar, uma delas é poder andar livremente por montes e vales, florestas fora e poder apreciar a paisagem, a calmaria da natureza e o cheiro. 

IMG_20240128_183253_690.jpg

IMG_20240128_183253_792.jpg

IMG_20240128_183253_910.jpg

IMG_20240128_200620_664.jpg

IMG_20240128_183254_037.jpg

A natureza é capaz de limpar a alma, revigorar, refrescar, acalmar, alegrar e trazer paz. 

IMG_20240128_185051_256.jpg

Na natureza nada é perfeito mas tudo é perfeito. 

18
Jan24

Ó mãe, anda lá ver!

Carla

IMG_20240118_195536_080.jpg

Agora que os filhos cresceram e já não partilham o tempo e a vida deles comigo com a assuidade de outros tempos,  habituei-me a dispor do meu tempo como muito bem me apetecer. 

Esta manhã, foi assim:

IMG_20240118_200144_420.jpg

IMG_20240118_190324_547.jpg

IMG_20240118_200144_634.jpg

IMG_20240118_200144_675.jpg

IMG_20240118_200144_893.jpg

Eu com tanto trabalhinho para fazer, e a maldita da paisagem a dizer " ó mãe desce ao Grund!, ó mãe olha a Pafendall!, ó mãe! anda lá ver!" 

IMG_20240118_200144_959.jpg

IMG_20240118_200145_047.jpg

IMG_20240118_200145_139.jpg

IMG_20240118_200145_204.jpg

IMG_20240118_191841_786.jpg

IMG_20240118_191738_439.jpg

IMG_20240118_191925_567.jpg

IMG_20240118_192032_847.jpg

E o trabalho ?...bem ... esse não se faz sozinho, mas há prioridades.

IMG_20240118_200446_846.jpg

Depois sou bem capaz de ter problemas de produtividade, mas paciência!

IMG_20240118_192113_269.jpg

... amanhã é  capaz de já não haver nada! 

 

 

17
Jan24

Cedo falei.

Carla

Ontem ao fim da manhã, estranhei a temperatura até agradável para um dia de inverno Luxemburguês, e ao fim da tarde mandei dizer para Portugal que por aqui, o frio até se tolerava. Ao início da noite, no telemóvel, recebo uma mensagem do governo a avisar que o país estava em alerta vermelho, mais de 30 estradas estariam fechadas dia 17, e que era aconselhado ficar em casa.

Cedo falei.

Além de ter chovido, as temperaturas durante a noite, desceram bruscamente até aos 5 graus negativos, esta manhã as ruas estavam cobertas de gelo.

IMG_20240117_122431_727.jpg

IMG_20240117_122512_738.jpg

Aventuram-se os mais destemidos, ou aqueles que não puderam mesmo ficar em casa.  Eu, entre perder uma manhã de trabalho e partir uma perna, escolhi não arriscar. É que não estava nada fácil andar por estes caminhos.

De ontem ...

IMG_20240117_124754_498.jpg

De hoje ...

FB_IMG_1705480629914.jpg

Perigoso, mas espectacular! 

(Esta última foto não é minha, tirei da página do facebook da ville du Luxembourg.)

 

15
Jan24

Gentileza gera gentileza.

Carla

Esta noite nevou como estava previsto, assim que regressei de Metz, já a noite ia alta, espalhei sal no passeio, fui à cave buscar a pá e encher de novo o balde com sal, sabia que ia ter de o utilizar no dia seguinte logo de manhã, antes de ir para o trabalho. É da nossa obrigação, assim diz a lei, limpar os passeios em frente das casas. Mesmo que não fosse de lei, devia ser da consciência de cada pessoa. Eu, assim como não gosto de escorregar em passeios com neve, também não gostaria que ninguém caísse e se magoasse no "meu passeio".

Acordei 15 minutos mais cedo da hora habitual, abri a persiana do quarto e de facto tinha nevado, tudo estava branquinho,  quase não havia trânsito de carros nem de pessoas, mas ouviam-se já as pás a raspar no chão. Vesti um fato de treino, calcei as botas, casaco e luvas, agarrei na pá e no balde com sal e desci à rua. Ao sair a porta do prédio, o passeio em frente da entrada, estava já completamente limpo de neve e tinha já sal espalhado. Dou a volta ao prédio e lá andava ele, entretido, o meu vizinho do prédio do lado. Além de limpar o que lhe competia, limpou também aquilo que me competia a mim fazer. 

Quando me viu, sorriu. " bom dia vizinha! Espero não a ter acordado, deixe estar que hoje o passeio está por minha conta" e riu

Ele e a esposa são já pessoas de idade, a mim não me custa nada limpar os 2 ou 3 metros de calçada em frente da casa dele, que faço com gosto, até porque neve na quantidade que havia hoje de manhã é raro, conta-se pelos dedos de uma mão os dias em que neva assim.

Hoje o senhor retribuiu a gentileza. 

Ficou combinado que no próximo nevão o assunto sou eu que resolvo.

 

 

30
Dez23

Prestes a chegar ao fim.

Carla

Um ano traz-nos coisas boas, coisas menos boas, nunca é só bom ou mau, mas o que interessa é que, entre o bom e o menos bom, o saldo seja positivo. Nunca sei dizer se foi, um ano bom ou menos bom, sei que, foi um ano  preenchido de momentos felizes. Os outros, os menos bons... já os esqueci. 

Posto isto, aproveitei o último sábado deste ano, para terminar aquele que foi, o último desafio de 2023 (porque no dia da caminhada esta senhora baldou-se). 

Então hoje de manhã lá foi ela, dar a volta ao lago de Esch-sûr-sure, e acrescentei mais um momento feliz, a tantos outros vividos este ano.

IMG_20231230_222706_963.jpg

IMG_20231230_222707_048.jpg

IMG_20231230_222707_352.jpg

IMG_20231230_222707_598.jpg

IMG_20231230_222707_844.jpg

IMG_20231230_222707_932.jpg

IMG_20231230_222708_060.jpg

Este capítulo está encerrado. Venha de lá esse ano novinho em folha, com 366 páginas em branco a serem preenchidas. Que seja um ano, repleto de tudo o que há de mais lindo neste mundo. 

Sejamos então felizes, plenos de vida e de alegria.

Um brinde a 2023 🥂

Um brinde a 2024 🥂

 

06
Dez23

Hoje pela primeira vez ...

Carla

... desejei um Feliz Natal! ...esta não sou eu. Ainda falta tanto tempo para o Natal, e eu já comecei a desejar Joyeux Nöel ! Mas pronto, há uma justificação, não é todos os dias que viajamos no mesmo autocarro com o Saint Nicolas e o  Houseker.

Screenshot_20231203_153614_Facebook.jpg

Sempre sabe melhor receber um doce do Saint Nicolas,  que um pedaço de madeira do Houseker, que é aquilo que as crianças  recebem por se portarem mal.

 

Hoje, é dia de Saint Nicolas, santo padroeiro e protector das crianças, é um dia muito importante nesta quadra natalícia. Os alunos das escolas básicas não têm aulas e  aguardam com expectativa a chegada do "De Kleeschen"  (é como se chama por cá), que lhes oferece doces. Infelizmente ele faz-se sempre acompanhar pelo "Houseker", uma personagem sinistra, toda vestida de preto, que carrega um grande saco preto, o papel dele é deixar galhos de madeira às crianças que se portaram mal ou foram desobedientes.

Em casa: desde o dia 1 de dezembro, que os chinelos foram colocados à porta do quarto, à espera do "De Kleeschen", que passa durante a madrugada do dia 6, deixando doces, maças, nozes, e pão de especiarias. As desobedientes e mal comportadas, terão de pensar bem naquilo que andam a fazer...

Feliz dia de Saint Nicolas para todos!

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub