Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mas para que raio quero eu um blog?

Um blog sem pernas para andar, com uma dona sem vontade de escrever.

Um blog sem pernas para andar, com uma dona sem vontade de escrever.

Mas para que raio quero eu um blog?

19
Dez23

Post de fim de tarde

Carla

Daqui onde me encontro, mais precisamente no Chalon de Thé a beber um chafé allongé, delicio-me a observar um grupo de gatos de fino trato,  inteligentes na dose certa para captar a minha atenção e tornar este fim de  tarde muito agradável. Os mais ousados, chegaram-se à mesa para me comprimentar assim que entrei, mais receptivos à brincadeira e ao mimo, outros mais tímidos, observam-me de soslaio, deixam-se ficaram tranquilos no seu canto à espera que os aborde, espertos, "queres, procura-me", são finos. Um grupo gentil e bonito.

 

IMG_20231122_203212_047.jpg

IMG_20231122_203354_381.jpg

IMG_20231122_203432_365.jpg

IMG_20231219_212122_548.jpg

IMG_20231219_212154_776.jpg

IMG_20231219_212234_516.jpg

IMG_20231219_212311_998.jpg

IMG_20231219_212406_335.jpg

IMG_20231219_212047_148.jpg

Uns belos gatos! ... Daqueles que fazem miau e ronron, e não chateiam ninguém!

Mas agora escusais de passar por cá que eu já estou de saída e o chalon vai fechar.

10
Dez23

Sting

Carla

 

IMG_20231210_131947_204.jpg

Sabem aqueles amores que nunca vimos, com quem nunca sequer estivémos, mas quando batemos o olho nele, temos perfeita consciência que já nos cruzamos por aí, com o ente amado?

Ontem fui ver o Sting, o homem, a voz, a velha guitarra, uns jeans gastos pelo tempo, uma simples t'shirt com alguns buracos, o ar descontraído, a simpatia, a simplicidade. Uma noite em que fui levada numa viagem no tempo com todos os hits que não envelhecem, ao som daquela voz cheia de graciosidade. Belo, surpreendente, um concerto memorável.

Á saída, uma amiga comentou comigo, que o velhote tá bem enxuto e e prás curvas. Vou confessar uma coisa, é por causa destas e doutras, que desgraço o meu bom nome nas redes socias, claro que tinha de ser um querer mútuo... mas até embarcava numa aventura tântrica. 😅

 ... tá velhote, tá velhote... mas...

 

 

03
Dez23

Hoje começaram as visitas natalícias.

Carla

 

Aqui no meu Burgo é assim. E todos os anos se repete. Um dia com os amigos, outro dia com a família. E volta-se de novo com os amigos, e também com a familia e amigos da família, que trazem outros amigos.

Está aberta a época de visitar o mercado de Natal, e o que aquece mesmo nestas noites frias, é o glühwäin. Este é uma delicia dos deuses. Leva também rhum e um torrão de açucar e especiarias, que depois de arder dá um toque especial ao vinho quente. E para o álcool não subir à cabeça, comam uma grillwurscht, ou uma mettwurst, ou as gromperekichelcher que são uns pastéis de batata fritos.

IMG_20231203_224848_631.jpg

Neste momento estou com uma caneca na mão a beber pela nossa amizade e a trincar um bretzel, e brindo aos amigos, ao Natal, e a nós que neste preciso momento estamos aqui. 

 

Resposta ao desafio do José da Xã

https://ladosab.blogs.sapo.pt/desafio-de-natal-1647528

 

 

02
Dez23

Encontro intercultural

Carla

O Luxemburgo é isto, pessoas de várias nacionalidades que vivem em harmonia, bem integradas no país que as acolheu, e que gostam de partilhar o que de bom têm nos seus países de origem. 

Ontem fui ver o MusiqCITE, que é um encontro intercultural, musical e gastronómico. Dancei ao som dos 4 continentes. De olhos fechados passeei pelas ruas de Paris, enquanto o jazz e os blues me levaram até Nova Orleans dos anos 20 e 30, dancei numa praia em Cabo Verde, sambei... e nisto os ritmos Berberes e a sua boa disposição, levantaram a plateia da cadeira e levaram-nos para o palco. Cantei e vivi grandes momentos com músicas do mundo. Depois foi o festim para as papilas gustativas, com tanto que havia para saborear, do que de melhor a gastronomia desses países tem para nos oferecer,  regado com aquilo que as vinhas do Luxemburgo produzem. Foi uma noite que me levou a descobrir e ao deslumbre. 

Vim de lá encantada mas também desiludida.

Encantada com aquilo que o mundo me ofereceu e desiludida com aquilo que Portugal ofereceu ao mundo.

Um stand gastronómico miserável. Sendo que somos um país com uma riquíssima gastronomia, o nosso stand deu a conhecer ao mundo, pastéis de bacalhau, rissois e pastéis de nata, numa quantidade tão reduzida que não chegou a todos. Um stand sem aquilo que é tão nosso, a alegria, o sorriso, a simpatia. 

A associação "CASA" e o seu comendador, que diz ser o representante todos os portugueses emigrados no Luxemburgo, terão de repensar melhor futuras participações em eventos como este, onde nos dá a conhecer ao mundo.

Porque Portugal é muito mais que pastéis de bacalhau, rissois e pastéis de nata!

Já a nossa querida Amália cantava:

"Numa casa portuguesa fica bemPão e vinho sobre a mesaE se à porta humildemente bate alguémSenta-se à mesa com a genteFica bem essa franqueza fica bemQue o povo nunca a desmenteA alegria da pobrezaEstá nesta grande riquezaDe dar e ficar contente"

 

 

 

 

 

27
Nov23

Batem leve, levemente ...

Carla

 

 

IMG_20231127_144447_528.jpg

Balada de Neve

 

Batem leve, levemente,

como quem chama por mim.

Será chuva? Será gente?

Gente não é, certamente

e a chuva não bate assim.

 

É talvez a ventania:

mas há pouco, há poucochinho,

nem uma agulha bulia

na quieta melancolia

dos pinheiros do caminho…

 

Quem bate, assim, levemente,

com tão estranha leveza,

que mal se ouve, mal se sente?

Não é chuva, nem é gente,

nem é vento com certeza.

 

Fui ver. A neve caía

do azul cinzento do céu,

branca e leve, branca e fria…

Há quanto tempo a não via!

E que saudades, Deus meu!

 

Olho-a através da vidraça.

Pôs tudo da cor do linho.

Passa gente e, quando passa,

os passos imprime e traça

na brancura do caminho…

 

Fico olhando esses sinais

da pobre gente que avança,

e noto, por entre os mais,

os traços miniaturais

duns pezitos de criança…

 

E descalcinhos, doridos…

a neve deixa inda vê-los,

primeiro, bem definidos,

depois, em sulcos compridos,

porque não podia erguê-los!…

 

Que quem já é pecador

sofra tormentos, enfim!

Mas as crianças, Senhor,

porque lhes dais tanta dor?!…

Porque padecem assim?!…

 

E uma infinita tristeza,

uma funda turbação

entra em mim, fica em mim presa.

Cai neve na Natureza

e cai no meu coração.

 

Augusto Gil

19
Nov23

Era só para ir ao supermercado comprar leite.

Carla

IMG_20231119_163639_260.jpg

 

IMG_20231119_163807_013.jpg

 

IMG_20231119_164215_749.jpg

 

IMG_20231119_164332_955.jpg

Era só para ir ao supermercado, mas tirei algumas fotografias pelo caminho. 

A igreja de Saint-Jean-du-Grund, normalmente está fechada, sempre tive curiosidade de lá entrar, hoje, a porta estava aberta, que sorte a minha!  Entrei ...

IMG_20231119_164122_131.jpg

IMG_20231119_164012_550.jpg

A calma que se sente lá dentro é assim algo de outro mundo.

Num altar, existe uma imagem de uma santa negra com um menino. Ouvi de uma senhora que informava outra, enquanto ambas acendiam uma vela, que é venerada pela população do país, havendo mesmo uma peregrinação.

IMG_20231119_164557_112.jpg

A ver se um dia destes que passe por lá de novo,  esteja lá alguém que me dê a saber a sua história.

 

17
Nov23

A arte a dar voz

Carla

“A arte é o espelho social de uma época.” Raul Seixas

IMG_20231023_144659_892.jpg

 

IMG_20231023_144523_900.jpg

"The Old Man", "Mother with child", "The Equestrian"

IMG_20231117_092302_059.jpg

 

IMG_20231117_092610_162.jpg

The Rebellion

As três novas esculturas do Atelier Van Lieshout  que foram colocadas, durante a semana da arte, em frente ao banco do estado do Luxemburgo, talvez sejam uma tentativa de mostrar que estamos cada vez mais escravos do sistema.

Ainda assim acho dificil, que quem controla e gere isto tudo perceba,  que para o povo a coisa vai torta, e a continuar assim, não se vê jeitos que se endireite.

É manter o positivismo para seguir em frente.

                      Boa sexta-feira

 

04
Nov23

Queira ou não queira ...

Carla

 

Moro na cidade do Luxemburgo, muito perto do centro, e se há coisa que esta cidade emana é magia o ano todo...nesta altura do ano, essa magia ganha cores quentes em tons de amarelo torrado, laranja e castanho. 

IMG_20231104_113704_539.jpg

... Outono rima com aconchego.

Segue um chá quente e os aromas de uma vela arder, que o dia pede sossego após uma semana sem parar. 

                   Bom fim-de-semana ♡

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub